Arquivos Diários: 09/01/2012

Postagem do Passado: Você é um Jogador(a) “Solitário(a)”?

Comecei a jogar WoW em Julho de 2006, no início jogava muito raramente, era mais um contribuinte financeiro da Blizzard pagando mensalidades sem usar os serviços, mas foi 1 ano depois que comecei a jogar pra valer. As vezes me dá arrepios ver a maneira como jogo, ainda hoje. Apesar de todas as horas gastas, eu nunca me envolvi de verdade com a comunidade do jogo. Não sei os nomes dos ninjas ou trolls do servidor em que jogo. Entrei em algumas guildas ao longo desses anos mas nunca “fiz parte” delas, por ser um jogador casual não faço o conteúdo final do jogo; gosto muito de sua história e de fazer as “quests”, só. Tenho apenas amigos da “Real Life” em minha lista de amigos e alguns poucos 3 ou 4 membros da minha atual guilda.

Até certo ponto, de alguma maneira, sou um produto do ambiente de jogo. Com uma família de não jogadores, amigos, parentes e esposa (não foi por falta de tentativas), meu círculo social não está predisposto a jogar WoW. Mas a verdade é que mesmo se eu tivesse o suporte, não sou do tipo “O-Mais-Popular-da-Galera”.

Cupo meu antigo trabalho hiper-social. Depois de “socializar” por 7 ou 8 horas, o que esperava era gastar parte da noite longe de festas, jantares, cinema e etc. Eu gostava do meu trabalho, dos colegas que lá fiz e da socialização, por incrível que pareça. Mas não dividia isso com o mundo. Mas quando vinha pra casa, tudo que queria era relaxar um pouco e detonar. Pra isso, o único envolvimento entre eu e meus colegas de jogo era dar um “Olá pra guilda” no /gchat e correr pras “quests”. Sem vidinha social no jogo, nem cumprimento de horários, ou obrigações, muito menos me envolver nos “mimimi”s da guilda.

Mas quando você lê certas postagens sobre WoW como as que escrevo, você começa a ficar maravilhado com o outro lado, um mundo de raides (acho incursão melhor) com a guilda, sacanear (no bom sentido) os outros dentro jogo, melhorar minha reputação no servidor e o envolvimento social. Em meus dias mais tenebrosos, particularmente após péssimas PUGs e partidas PVP, isso tudo soava como uma espécie de “coisia líndia” (como diria seu Crêison). Agora já se vão 6 anos de jogo e eu duvido, que algum dia fique social. Mas as vezes quando estou fazendo minhas missões e  vejo a destruição causada pela passagem de Asa da Morte/Deathwing, fico bem tentado a mandar no /gchat “Acabei de ver o Deathwing destruir tudo e todos por aqui com sua baforada! Que do ca#$%& , galera! ! !”

E você? É um jogador solitário ou é do tipo que não conseguiria viver sem sua “rede social”, ou melhor ainda, já encontrou o meio-termo entre esses dois extremos? Deixe sua opinião!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: