A Etiqueta Silenciosa dos Encontros com “Chefões de Mundo”

O site WoW Insider fez uma postagem de como se comportar em encontros com “world bosses”, já que eles são monstrengos (ou não) errantes que vagam por aí, qualquer um pode ter a sorte (ou azar) de encontrar um desses em seu caminho, mas e se esses chefões aleatórios já estiverem sendo combatidos por outros jogadores, o que fazer? Você caro leitor(a) do wowbsb.com poderia responder: “Tô nem aí vou pegar meu frag, nem que seja um “tequinho” nesse chefão eu vou dar! KAWABANGA!!!” ou ainda se você for um(a) honrado(a) membro da aliança jogador(a), pode pensar consigo: “Poxa, é muita sacanagem entrar nessa luta justo agora que eles estão tão perto de derrotar esse “chefão de mundo”, deixa pra próxima!“. Mas o que fazer ou o que faziam os(as) jogadores(as) antigamente? Fiquem abaixo, com uma tradução livre e com adaptações minhas, da postagem original:

  • Você não pode simplesmente “chegar atropelando”. Seja o primeiro grupo a chegar pronto pro combate e já chame a atenção do chefão. Não vá chegar chegando, simplesmente chamando a atenção do chefão se o seu grupo ainda não estava pronto. Você NÃO PODE, puxar o chefão só porque chegou primeiro.
  • Cada um no seu quadrado. Entre as maiores guildas existe um certo respeito tácito, apesar da rivalidade e da competição voraz, elas nunca interferirão com as tentativas que já estão em andamento, as que o fizerem geralmente trarão desonra para si e até mesmo poderão entrar para a Lista Negra do reino. Transferências de reino nunca são uma opção, pois os fóruns estão aí pra alertar as guildas do próximo reino a “receber com carinho” os usurpadores, sem falar que se você fizer isso provavelmente receberá retalhação. O que criaria uma espécie de “empurra empurra” mas ninguém abriria mão, o que nos leva a próxima regrinha…
  • Traga a cavalaria. O primeiro grupo fica encarregado do combate principal com o “chefão de mundo” e o segundo grupo fica na cobertura caso jogadores hostis tentem “pegar” o chefão pra eles, costuma ser o contingente de jogadores focados no JxJ que ficam responsáveis pelos folgados jogadores adversários que tentam puxar pra si, o chefão. Este segundo grupo de jogadores costuma se esconder atrás de alguma montanha, árvore ou algo assim e esperar por instruções do líder de ataque primário, antes de contra-atacar.
  • Jogo bom, é jogo justo. Mais do que qualquer coisa, essa era uma regra de cordialidade. Se o grupo que se formou fosse em sua maioria de um mesmo grupo de raide e ficasse comprovado que essa parte do grupo tivesse feito a maior parte do “trabalho sujo”, eles teriam o direito de escolher um item de sua preferência, antes de abrirem o restante do saque aos demais membros que combateram aquele chefão. No entanto, desde que o método de saque veio mudando ao longo do tempo, está regra se tornou irrelevante.

E por fim…

  • Agora o bicho vai pegar! Se quaisquer dos grupos de raide quebrar as regras… Façam suas apostas! Nesse ponto, todo o exercício de cidadania e camaradagem, transforma-se num verdadeiro cada um por si. É aqui se separam os homens (ou mulheres) das crianças. (Dica: tenha sempre, um amigo tanque ou curador ao seu lado!)

De qualquer maneira, se sua guilda planeja enfrentar os chefões de mundo, boa sorte e boa caçada! (Pois vão precisar)

Não deixem de comentar na página do WoW Bsb no Facebook!

Comments are closed.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: