Arquivos Mensais: junho 2012

As 5 Fases do Vício em World of Warcraft

Esse vídeo é uma espécie de brincadeira com as “5 fases da culpa“, aplicadas ao World of Warcraft. Mas que servem pra quaisquer outros vícios. Todos que já foram viciados em WoW ou em qualquer outra coisa sabem que é uma longa jornada até a aceitação de seu vício, mas quando você a alcança, é muito bom perceber que existem coisas muito boas pra se fazer lá fora no “mundo real” ou longe do vício. Fiquem com o vídeo:

OS COMENTÁRIOS ESTÃO HABILITADOS NOVAMENTE, PODEM reclamar COMENTAR!

O Livro “The Art of Blizzard” Apresenta a História Artística da Blizzard

Arte da capa do livro (ainda em pré-venda na Amazon)

Se você curte todas aquelas ilustrações e vídeos que a Blizzard cria para os seus jogos, você tem que ter um exemplar do livro The Art of Blizzard, um novo livro capa dura, que examina os últimos 20 anos do desenvolvimento artístico desta empresa. Cobrindo desde a origem do estúdio ao seu desenvolvimento ao longo dos anos com mais de 800 ilustrações e comentários de várias pessoas, dentre eles, Nick Carpenter (vice-presidente de arte e desenvolvimento de vídeos), Samwise Didier (diretor artístico sênior) e Chris Metzen (vice presidente sênior de histórias e desenvolvimento de franquias) e promete trazer novidades pros fãs dedicados ou boas artes e ilustrações para os apreciadores. Nas palavras da própria Blizzard:

This epic volume of art and behind-the-scenes insights celebrates the company’s genesis, granting readers access to the inception and development of Blizzard’s blockbusters and offering a never-before-seen look into some of Blizzard’s unpublished projects.

Tradução livre: “Este volume épico de artes e idéias dos bastidores celebra desde os primórdios da empresa, garantindo aos leitores acesso à criação e desenvolvimento dos maiores sucessos da Blizzard e oferece um olhar nunca visto antes de alguns de nossos projetos, ainda inéditos“.

Eu já garanti o meu, pois sou completamente aficionado por boas ilustrações. Na minha adolescência costumava copiar, apenas olhando, desenhos de quadrinhos de super-heróis e o que me atraiu, a primeira vista, ao mundo dos RPGs de mesa, foram aquelas ilustrações fantásticas que faziam minha imaginação voar longe.

World of Warcraft: Trading Card Game – O Básico

Logotipo do jogo de cartas do WoW

O World of Warcraft Trading Card Game ou jogo de cartas colecionáveis, como são comumente chamadas essas “cartinhas” aqui no Brasil, foi lançado em Outubro de 2006 pela empresa Upper Deck Entertainment. Quase 4 anos depois, em Março de 2010, a Upper Deck perdeu sua licença com a Blizzard Entertainment. Mas no dia 24 do mesmo mês, uma empresa de nome Cryptozoic Entertainment anunciou a aquisição da licença de produção e comercialização das cartas [cards], prometendo que os conjuntos planejados anteriormente seriam lançados. De lá pra cá muita coisa rolou e a Cryptozoic vem fazendo um ótimo trabalho com o jogo de cartas do maior e melhor MMO do mundo.

Detalhes do Jogo

Cada jogador utiliza uma carta de herói e um deck composto de aliados e outras cartas de apoio. Nos boosters (os pacotinhos) e starter packs (as caixinhas), os jogadores podem encontrar cartas que representam as armas, habilidades, armaduras, itens e missões. Alguns boosters também contêm cartas lendárias raras (versões especiais das cartas normais) ou cartas de Loot (saque), que contêm uma raspadinha com um código embaixo. Este código pode ser resgatado no jogo on-line para a obtenção de item virtual. Os prêmios incluem tabardos especiais, itens estéticos, mascotes não-combatentes (até a chegada de Mists of Pandaria)  e montarias.

Durante uma partida, os jogadores(as) começam com um único herói(na) e, em seguida, jogam cartas adicionais para aumentar seus poderes ou adicionar novos membros ao seu grupo. Semelhante a jogos como Magic: The Gathering, o objetivo é reduzir à zero a saúde/vida/energia do oponente. Mas, ao contrário do Magic, os ataques durante o combate são sempre dirigidos diretamente a um herói(na) ou seus aliados, ao invés de simplesmente declarar um ataque com um número de criaturas. Além disso, o dano causado aos personagens é acumulado entre os turnos, tornando o combate mais dispendioso, tanto para o atacante quanto para o defensor.

Baralhos de Raide

Além do estilo padrão de jogo com 2 jogadores, também existem os baralhos de Raide, que representam os combates que envolvem um grande número de jogadores lutando contra inimigos épicos. Este estilo necessita de um “Mestre de Raide” e de mais 3 a 5 jogadores. O Mestre de Raide controla todos os monstros e inimigos (semelhante a um mestre em RPGs de mesa), enquanto os outros jogadores controlam os personagens que participam na incursão. Os jogadores vitoriosos, às vezes, ganham cartas de saque do “monte de tesouros” que acompanha o baralho. Cada monte contém cartas de tesouro “holofoil” (holográficas/brilhantes) e, às vezes, contém uma carta de Saque (veja abaixo) aleatória. A Upper Deck Entertainment também fez pacotes de tesouro, embora as cartas destes pacotes não serem “holofoil“.

A partir de 2010, cinco baralhos de Raid foram lançados, cada um baseado em uma raide do MMORPG World of Warcraft: Onyxia’s Lair, Molten Core, Magtheridon’s Lair, The Black Temple e Naxxramas. A próxima raide a ser lançada será Assault on Icecrown Citadel (N.T: Já lançado).

Tipos de Cartas

Existem os seguintes tipos de cartas no jogo:

  • Herói [Hero]: É o personagem que o jogador(a) está jogando. Cada jogador começa com um herói(na) e é ele que determina que outras cartas podem ser utilizadas ou incluídas naquele baralho. Por exemplo, os heróis da Horda só pode ter aliados da Horda. A carta de herói fornece informações sobre: saúde inicial, raça, classe, especializações e profissões. Por fim, cada herói tem um poder único, que pode ser usado apenas uma vez por jogo (após seu uso, ele é obrigado a virar a carta daquele herói(na) com sua face para abaixo);
  • Herói Mestre [Master Hero]: Uma carta de Herói Mestre substitui o herói de um jogador em favor de uma nova carta. No entanto, Heróis Mestres funcionam como cartas normais com um custo de conjuração. O herói original é removido do jogo e qualquer dano, habilidades, equipamentos, tokens ou anexos, que estavam sobre o herói anteriormente são colocados no Herói Mestre. Heróis Mestres, salvo indicação em contrário, podem usar todos os equipamentos e habilidades, mas as cartas de habilidade voltadas para tipos específicos não podem ser ativadas. Habilidades que se encontravam originalmente num herói não passam para o Herói Mestre;
  • Habilidade [Ability]: São cartas lançadas para causar algum efeito imediato no jogo. Habilidades podem ser do tipo padrão, que só podem ser lançadas no turno de quem a joga ou podem ser habilidades instantâneas, capazes de serem lançadas praticamente a qualquer momento. Como acontece com algumas cartas, muitas habilidades incluem um ícone característico, o que limita as classes podem ser incluídas no seu baralho;
  • Aliado [Ally]: São indivíduos e companheiros que ajudam e lutam em nome do herói principal. A maioria dos aliados está ligado a uma facção (Horda ou Aliança), portanto, apenas cartas relacionadas a própria facção do herói são permitidas em um baralho. Aliados neutros podem ser incluído em qualquer facção. Uma vez colocada em jogo, pagando o custo apropriado, os aliados permanecem até que sejam derrotados ou removidos do jogo. Aliados podem atacar (ou serem atacado) e também podem fornecer poderes e habilidades especiais;
  • Armadura [Armor]: São cartas de defesa que protegem os heróis do dano. Uma vez colocada em jogo, pagando o custo de recurso apropriado, a armadura pode ser consumida em cada turno, a fim de reduzir o dano causado ao herói de um jogador. Os jogadores estão limitados a uma certa quantidade de partes diferentes de armadura que podem colocadas em cada “parte do corpo”. Por exemplo, apenas um pedaço de armadura pode ser colocada no peito/torso por vez. Além do seu valor defensivo, as cartas de armadura também podem ter efeitos adicionais;
  • Arma [Weapon]: São cartas ofensivas que podem aumentar as capacidades de combate próximo ou a distância, bem como proporcionar outros benefícios. Tal como acontece com cartas de armadura, os jogadores são limitados em relação a quantas armas podem equipar de uma vez só. Para usar uma carta de arma para aumentar o poder de ataque durante o combate, o jogador deve pagar um custo de recurso associado com a arma. Armas podem ser usadas quando se ataca ou defende, mas geralmente apenas uma arma pode ser usada por combate;
  • Itens [Item]: Seu herói pode ter outros itens além de armas e armaduras. Anéis, poções e berloques são exemplos desses itens;
  • Missão [Quest]: São cartas especiais que funcionam como cartas de recursos, mas com habilidades adicionais. As Missões são concluídas quando o herói cumpre uma condição contida em sua descrição. Feito isso, a recompensa é obtida (exemplo de recompensa, sacar cartas adicionais) e normalmente a carta é virada para baixo;
  • Local [Location]: Cartas de local são semelhantes aos cartas de missão, mas não são viradas para baixo ao serem usadas. Apenas um local pode ser controlado em dado momento, mesmo com nomes diferentes;
  • Saque [Loot]: Cartas de saque são versões especiais das demais cartas que podem ser utilizadas dentro do jogo (por exemplo, como aliados normais), mas também contém uma “raspadinha” com um código especial embaixo. Este código pode ser inserido no site do game online, que irá fornecer um item exclusivo in-game (dentro do jogo).

Itens de Recompensa para o Jogo Online World of Warcraft

Cartas de Saque [Loot Cards]

Atualmente o TCG (jogo de cartas) oferece cartas de saque “lendárias”, que são versões especiais da cartas normais, no entanto, elas têm uma “raspadinha” que contém um longo código  hexadecimal. Esse código deve ser inserido no site da Blizzard, que os converterá em um código semelhante, mas específico para um reino a sua escolha. Em seguida, use o código ao falar com Landro Tirolongo [Landro Longshot], um Goblin vendedor que fica em Angra do Butim [Booty Bay]. Ele é responsável por entregar os prêmios, dentro do jogo, aos personagens escolhidos. Os códigos são de uso único, assim, para cada personagem em cada servidor é preciso um código diferente e, obviamente, uma carta diferente. Você não pode pegar o item com todos os seus personagens no game, ao contrário dos mascotes das Edições de Colecionador. Se você está tendo problemas com suas cartas de saque, confira o passa-a-passo (em breve em português, aguardem).

Essas cartas de saque são divididas em três categorias:

  • Comum: São cartas de saque comuns, geralmente são itens consúmiveis;
  • Rara: Uma carta de saque rara, ou seja, difícil de conseguir;
  • Muito Rara: Uma carta de saque muito rara, muito difícil de conseguir.

Para mais informações, veja Cartas de Saque acima.

Baralhos Já Lançados

Baralhos Normais
  1. Heroes of Azeroth – 25 de Outubro de 2006
  2. Through the Dark Portal – 11 de Abril de 2007
  3. Fires of Outland – 22 de Agosto de 2007
  4. March of the Legion – 21 de Novembro de 2007
  5. Servants of the Betrayer – 3 de Abril de 2008
  6. Hunt for Illidan – 1 de Julho de 2008
  7. Drums of War – 28 de Outubro de 2008
  8. Blood of Gladiators – 24 de Março de 2009
  9. Fields of Honor – 30 de Junho de 2009
  10. Scourgewar – 24 de Novembro de 2009
  11. Wrathgate – 25 de Maio de 2010
  12. Icecrown – 12 de Setembro de 2010
  13. Worldbreaker – 14 de Dezembro de 2010
  14. Worldbreaker: War of the Elements – 26 de Abril de 2011
  15. Worldbreaker: Twilight of the Dragons – 26 de Julho de 2011
Baralhos de Raide
  1. Onyxia’s Lair – 6 de Dezembro de 2006
  2. Molten Core – 30 de Maio de 2007
  3. Magtheridon’s Lair – 9 de Janeiro de 2008
  4. Black Temple – 23 de Setembro de 2008
  5. Naxxramas – 22 de Dezembro de 2009
  6. Assault on Icecrown Citadel – 1 de Março de 2011
Baralhos de Colecionador
  1. Feast Of Winter Veil – Novembro de 2007
  2. Darkmoon Faire Collector’s Set – 9 de Setembro de 2008
  3. Arena Grand Melee – 5 de Maio de 2009
  4. Death Knight Deluxe Starter – 16 de Junho de 2009
  5. Scourgewar Epic Collection – 24 de Novembro de 2009
  6. Class Starter Decks – 22 de Julho de 2010
  7. Archives – 30 de Agosto de 2010
  8. Icecrown Epic Collection – 29 de Outubro de 2010
  9. Worldbreaker Epic Collection – 13 de Janeiro de 2011
  10. Class Starter Decks 2011 – Maio de 2011
Retenção de Materiais
  1. Crafting Redemption
  2. Badge of Justice Redemption
Promocionais

Eventos sancionados do TCG e especiais de divulgação do World of Warcraft trouxeram cartas promocionais e brindes, como artes expandidas das cartas, tokens e materiais pra jogo.

  1. Burning Crusade Promo Set – 16 de Janeiro de 2007
  2. WotLK Promo Set – 13 de Novembro de 2008
  3. Cataclysm Promo Set – 7 de Dezembro de 2008
  4. WoW Minatures Game Booster Pack Promo Set
  5. WoW Minatures Game Spoils of War Booster Pack Promo Set
  6. Extended Art
  7. Tokens
  8. Special Events

Próximos Baralhos

Baralhos Normais
  1. Throne of the Tides – 26 de Julho de 2011
  2. Aftermath Block
Masmorras
  1. Deadmines
  2. Scarlet Monastery
  3. Shadowfang Keep
Baralhos de Raide e de Colecionador

Regras (aqui, EM BREVE e em português)

-

*N.T: Nota do Tradutor.

Fonte: WowpediaA Enciclopédia do World of Warcraft (em inglês)

Na Sua Opinião o Que Faltou no Folclore do Cataclismo?

Se você ainda não fez as Raides finais do Cataclysm NÃO ASSISTA O VÍDEO ACIMA!

Já cansamos de assistir o ex-Chefe Guerreiro Thrall e o Asa da Morte tocarem fogo em tudo a sua volta, muitos ainda conheceram as lendas de Azeroth e alguns de vocês até se tornaram os heróis prediletos da Grande Dama Sombria, outros(as) tiveram de fugir de suas terras natais Kezan e Guilnéas. A expansão Cataclysm sacudiu com tudo (se é que você me entende?!), mas sua história de alguma forma desapontou você?

Para algumas pessoas a Blizzard usou Asa da Morte como uma espécie de carta na manga, antigamente ele era o tipo de antagonista que agia dos bastidores e nessa expansão veio tomar seu lugar no palco principal dessa grande peça teatral conhecida como World of Warcraft, sem contar que dragões são o clímax em qualquer bom RPG medieval. Alguns podem até dizer que os deuses é que são demais, mas sinto dizer, quantos(as) não sonham com o dia que enfrentarão o mais terrível monstro dos contos antigos, o colossal dragão cuspidor de fogo. O vídeo abaixo mostra o que eu espero de um combate final daqui pra frente no Mundo de Warcraft ou em qualquer MMO que tente desbancar este que é sem dúvidas o maior de todos.

Se não assistiu ao filme A Lenda de BeowulfNÃO VEJA O VÍDEO ACIMA! Assista o filme agora mesmo!

O que me desapontou nessa expansão, foi o fato de mais uma vez um herói da Horda ter sido o responsável por salvar o mundo e mais ainda por esse personagem ter feito isso mais de uma vez. Tenho personagens em ambas as facções mas o favoritismo da Blizzard é que me incomoda, segundo os desenvolvedores existe uma vontade constante de que não exista preferência por nenhum dos lados, hoje a Aliança pode até estar levando a pior, mas a Horda já teve seus tempos difíceis no passado, ainda segundo eles os heróis nascem nos momentos de adversidades. Aliança enfrenta momentos difíceis sim, mas isso dará oportunidades de heróis surgirem, os tempos da Aliança se aproximam, afirmam os desenvolvedores. Assim espero!

Pra você, faltou alguma coisa na história dessa expansão? O que decepcionou? Ou você só joga mesmo, e não ta nem aí pra todo o folclore por trás desse mundo fantástico?

Google Maps para World of Warcraft

Já imaginou o mapa de World of Warcraft ao estilo Google Maps? Pois ele existe e ainda possui legendas e caminhos para a maioria das áreas do game.

Foi exatamente isso que Cal Henderson, um dos fundadores do estúdio Tiny Speck fez, você pode ver seu ótimo trabalho na página do World of MapCraft. É possível observar Azeroth, Terralém [Outland], as masmorras, instâncias e ainda aproximar com um mega-zoom em alguns lugares.

Foram utilizados arquivos e texturas de dentro do jogo para criar este mapa gigantesco. Ficou curioso de como tudo isso foi feito, vejam detalhes de tudo no blog de criação, aqui.

Agora se quiser ver ao estilo “Street View” do Google Maps, só testando gratuitamente o game, pra ter um gostinho e a sensação.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: